Como aproveitar o tempo no ônibus

asjaboro

Moro em uma cidade onde o transporte público ainda esta longe de atender as necessidades básicas da população: são poucos ônibus para a demanda, o que causa atrasos e superlotações, sem falar da insegurança. Muitos afirmam que ter um carro é uma questão de necessidade para se locomover por aqui – o que é verdade, em determinados locais e horários – mas a grande maioria não tem outra alternativa senão ir de ônibus.

Estou resistindo à compra de um carro pois, além do alto custo, tenho em mente que serei responsável por mais um automóvel nas ruas, tornando o trânsito mais lento, trazendo mais poluição à cidade. Apesar do desconforto e das longas esperas, ainda consigo encontrar um pouco de prazer no percurso e já vivi coisas muito legais dentro de um ônibus.

Como passo pelo menos 5 horas por semana me deslocando, pensei em algumas formas de aproveitar melhor essas viagens diárias:

  • Ler algo, principalmente textos curtos, para não prejudicar a visão, aproveitando os momentos em que o ônibus está parado; ou textos que provoquem reflexões, assim você passará mais tempo pensando do que lendo;
  • Estudar, de preferência fazendo uma revisão ou resolvendo questões de marcar, assim não é necessário um tempo prolongado de concentração nem de leitura;
  • Ouvir música, audiobooks ou podcasts. Se for um local muito barulhento, melhor optar por músicas conhecidas, assim você pode colocar o volume dos fones baixinho e ainda curtir o som;
  • Conversar com um amigo ou, para os mais extrovertidos, fazer um novo amigo;
  • Esvaziar a cabeça, anotando as coisas a fazer em um bloco de papel;
  • Repassar mentalmente o dia ou planejar o próximo;

Ou simplesmente:

  • Observar a paisagem. Perceber novos detalhes no caminho, muitas vezes já ignorado por parecer tão comum. Estar presente.
Ilustração de ASJA BORO, VIA SITE